quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Para sentir-se vivo é necessário, muitas vezes, abrir mão do amanhã.

Igor Pollauf 

Nenhum comentário:

Postar um comentário